05 julho 2010

Erros (ir)reparáveis

Nunca mais abro um parentesis, sem que antes tenha a certeza de que o posso fechar.
[E façam o favor de seguir o exemplo das joaninhas e sejam felizes.]
Enviar um comentário