16 janeiro 2012

Não é barrete

Um espanhol comprou um extensor de pénis pela Internet mas, dias depois, chegou-lhe a casa uma lupa em vez do aparelho. O homem ficou podre, ainda se dirigiu a uma esquadra da poolícia para apresentar queixa, mas acabou por desistir.

Como diz o meu amigo Bino, ora aí está uma solução indolor e sem efeitos secundários.

Sem comentários: