30 novembro 2009

Não esfregue os olhos! Não, não se enganou. Você está no MaquiAbel & JB. No original. Mais fresco e revitalizado.

Ele há ideias que fazem história. Decidimos revolucionar o MaquiAbel & JB.
A nossa equipa de marketing meteu mãos à obra e o resultado foi este.
Ora aí está o tal click que nos permitiu dar o salto.
O que tem a ver uma coisa com a outra? Vimos esta foto da D. Mercedes e decidimos que o MaquiAbel & JB não podia continuar como estava. Não podemos arrumar as "coisas" debaixo dos braços e deixar correr. Apenas isto e porque gostamos de quem nos visita e comenta.
Esperamos que usem e abusem das novas funcionalidades do MaquiAbel & JB. Inté.

Curiosidade II

A Sábado desta semana dá nota que um estudo da Universidade de Leeds, publicado na revista Behaviour, refere que as mulheres que escolhem roupas que mostram 40% do seu corpo têm o dobro do sucesso.
As mulheres mais populares combinam 3 ingredientes: cumprem a "regra dos 40%", usam roupa apertada e dançam de forma provocante.

Curiosidade I


O mundo pula e avança, diz o poeta. Ora com o decréscimo do negócio dos casamentos, outro floresce. O negócio dos divórcios. A moda das festas do divórcio já pegou na Inglaterra e pouco faltará para chegar ao Velho Continente. E como não há festa sem bolo, não há divórcio que se preze sem o bolinho da praxe encimado por "bonecas a apunhalar os maridos/noivos que, por sua vez, esfaqueiam as mulheres". Uma tragédia com humor.
O meu amigo Bino no exercício das suas dúvidas quer saber se não há "noite de núpcias ao contrário".
Ó Bino, porque não pá? Uma boa ideia que merece ser explorada. Como se diz em economês, trata-se de uma "janela de oportunidades".

29 novembro 2009

Acertou? Parabéns!!!

Vamos lá ao desafio que aqui vos deixei na passada sexta-feira. Afinal quem é que disse? "Eu também grito. Não é o habitual. Isso eu treinei.".
Nem mais, nem menos. Ana Jorge, a ministra da Saúde, em entrevista à revista Pública.
E a propósito de quê? Não, não é aquilo em que estão a pensar, suas mentes preversas. Grita porque se passa com a imbecilidade e a idiotice. Mas quem não se passa?
Acertou? Parabéns!!!

27 novembro 2009

Há muito que os economistas se esforçam por explicar as causas da fraca produtividade dos portugueses. Sempre desconfiei que o assunto não valia o esforço. Como se vê pelo testemunho acima, todos os dias não será difícil acrescentar à lista mais umas razões válidas, como nos confessa o Ricardo de Setúbal que, ao que me parece, nem economista é.
A economia é assim: acessível e sem segredos.
Já agora, Ricardinho, qual é o cheiro, qual é?
E porque é fim-de-semana, aqui fica um desafio. Quem foi que disse: "Eu também grito. Não é o habitual. Mas isso eu treinei.".
A chave do enigma será publicada na próxima edição do MaquiAbel & JB. A não perder!

24 novembro 2009

Receituário





Decisão do "prescritor": Não autorizo a dispensa de um medicamento genérico. Ou seja, o receituário não pode ser alterado pelo farmacêutico.
Assim seja!

Já nã basta a gripe?!

A nossa vizinha Valéria apareceu-nos cá no condomínio neste estado. Nem ela consegue explicar o porquê.
O meu amigo Bino acha que se trata de efeitos secundários. A D. Mimi, a minha vizinha do 3º Dto, não deu qualquer importância ao assunto, sorriu e diz que é a doença "da moda". Fiquei esclarecido.

22 novembro 2009

Um problema do catano

O Lorvanense é um simpático clube de futebol da "Regional", mas não passa disso. Para além da equipa masculina que tem sido um verdadeiro bombo de festa, resta-lhe a esperança da equipa feminina. Raparigas não faltam, só uma se dispõe a ser guarda-redes e as restantes só querem jogar lá à frente. E sobre isto, o que diz o Presidente, Treinador, Roupeiro e Marcador de campo sobre este assunto.
- Logicamente que tenho um problema entre mãos, o de montar a equipa.
Montar a equipa? Pode repetir?
O meu amigo Bino nem queria acreditar no que ouvia. Puxa das duas mãos e começa a contar pelos dedos. No mínimo onze. O Bino já se disponibilizou para treinador adjunto. Logicamente para ajudar na tarefa de montar a equipa. Boa sorte, Bino.

Ciúmes ou racismo

A propósito do post anterior recebi um e-mail um pouco insultuoso da Farinha Branca de Neve. Não é fácil saber se foi por ciumeira ou por racismo. De qualquer forma, como sou bonzinho, acredito que foi pela 1ª razão.
Mas hei-de falar com o Dr. Quintino, para tirar a coisa a limpo e logo decidirei do que irei fazer.

20 novembro 2009

Hoje deu-me para aqui. Não se admirem...

O MaquiAbel & JB, por unanimidade, já escolheu a "Mulher do Ano". Michelle Obama. Eis a nossa homenagem. "Lágrima de Preta" de António Gedeão.

Em 20 de Janeiro deste ano, portanto a pouco menos de 1 ano, esta Senhora tornou-se a 1ª dama dos EUA e uma das mulheres mais influentes do Mundo, senão a mais influente.
Inteligente, um curriculum invejável, belíssima e sexy, Michelle Obama bem merece que se lhe dedique o poema de António Gedeão, "Lágrima de Preta". Um hino contra o racismo.
[A D. Mimi, a minha vizinha do 3º Dto aprovou de forma exuberante; ao Bino, coitado, vieram-lhe as lágrimas aos olhos! A Ulma, a empregada da D. Mimi, bem o tentou consolar (à boa maneira de "mãezinha") mas nada. Como te percebo Bininho. Ora pois...]
A NOSSA GALERIA FOTOGRÁFICA
A Classe - Exuberante, comunicativa, cativante
Na função de 1ª Dama
Sempre em forma
A malandrice do fotógrafo. Mas piores estão o Vara, o Penedos e outros...

18 novembro 2009

17 novembro 2009

Curioso...

Olá Carla,
O Dr. Quintino está a atender uma hermafrodita e pediu-me para lhe responder. É o que vou fazer, com sua licença.
Pois é, o seu problema é normalíssimo, o dele nem por isso. O você gemer baixinho, percebe-se. É uma questão de cumprir a legislação sobre o ruído, após as 22 horas.
O facto do seu companheiro pôr a língua de fora, poderá significar que já está preparar-se para a próxima ronda. Assim vai adiantando serviço. Revirar os olhos, essa não vem nos livros, mas presumo que seja ginástica oftalmológica. Presumo, não tenho a certeza. De qualquer forma, são um aviso de que algo vai acontecer e que a menina deve ter em consideração. Mas se um dia ele chegar a casa ofegante, não pense que algo estará para acontecer. Pode ter cavado a tempo porque lhe queriam aquecer o lombo.
E por hoje é tudo. Vá dando notícias. Que você possa gemer por muitos anos e que o seu companheiro lhe faça carrancas e revire os olhos.
Inté.

13 novembro 2009

Quem pergunta quer saber


Devido às folgas do Dr. Quintino, o nosso consultor sentimental de serviço, fomos buscar alguém que também percebe da poda e que é bem conhecida no meio por usar essencialmente terra de cemitério e olhos de gato preto com morrinha.
Eis o veredicto da Nélita.


E prontus!
E já que vamos de fim-de-semana: Smile, ok?


10 novembro 2009

A "Face Oculta", uma versão MaquiAbélica

a propósito relata o Correio da Manhã, de onde foi sacado o recorte em manchete:
"...está documentado um encontro entre Godinho e Vara considerado suspeito pelos investigadores.
As fotografias dão conta de que estavam ambos numa zona de estacionamento, com os carros de alta cilindrada parados lado a lado, e cumprimentavam-se de forma efusiva. Depois, Godinho entregou a Armando Vara um saco de papel, com asas, e o ex-ministro sorriu depois de espreitar para o interior. O encontro foi fugaz e Vara levou a encomenda de Godinho. A Judiciária não apurou qual seria o conteúdo do saco,...".
Que ninguém se queixe, pois temos a investigação que merecemos.
Mas o MaquiAbel & JB habituado ao jornalismo de investigação da grande escola anglo-saxónica deitou os pés ao caminho e foi vasculhar o que merecia ser vasculhado. E descobriu o quê? Vejam só:
- Que Godinho deu um saco a Vara.
- Que o saco era um saco-voador, pois tinha asas. Ou seja, descodificando, para não deixar rasto.
- Que Vara espreitou para dentro do saco, não é novidade, porque os portugueses são curiosos.
- Que Vara, ex-ministro, sorriu.
E aqui entra a investigação do MaquiAbel & JB.
Porque terá sorrido Vara? Sim, porque terá sorrido?
Eis a questão que nos colocamos, e ainda bem, porque a resposta foi praticamente imediata.
O Godinho é cá um malandreco que gosta de pregar partidas e o Vara tem um poder de encaixe notável.
Eis o suborno! Aliás tipicamente português.