29 fevereiro 2008

Maldita Internet

Não podia acontecer pior ao meu amigo Bino. Os "chats" da Internet, que ele, vim agora a saber, frequentava compulsivamente, tiveram efeitos devastadores.
Então não é que ele andava a "namorar" uma "mocinha" que conheceu nas longas noites passadas agarrado ao teclado e que era, segundo ela, uma mistura de Ana Malhoa, Kournikova, Eva Longoria, Heidi Klum, Gisele Bundchen, Beyoncé e sei lá quantas mais. Curvas perigosas não faltavam, uma cintura fina de vespa, busto 93, anca a condizer, olhos esverdeados, bom, um conjunto de atributos que a tornaram virtualmente fatal aos olhos do Bino. E ele não descansou enquanto não conseguiu o tal encontro ansiosamente desejado.
E o dito dia chegou, com encontro marcado no apartamento da "top model".
O Bino não queria acreditar no que via...


...e muito menos o que o esperava: impotência sexual com prognóstico muito reservado.
A D. Mimi, a minha vizinha do 3º Dto. e administradora cá do condomínio já lhe providenciou acompanhamento e tratamento psicológico adequado.
O Xico Russo conhece uma massagista tailandesa. Vamos lá ver!

25 fevereiro 2008

As "ninfomaníacas" das anacondas

As condóminas cá do prédio andam excitadíssimas com a vida sexual das anacondas, especialmente o "Clube das Encalhadas", tendência já oficializada, tipo "alegrista" do PS.
Para lhes satisfazer a curiosidade, a D. Mimi, a minha vizinha do 3º Dto e administradora do condomínio, resolveu organizar um "workshop" [coisa da moda!] sobre o tema e o auditório cá do prédio estava a abarrotar. Como o Júlio Machado Vaz sabe "muito" destas coisas e depois tem uma facilidade incrível para "encher chouriços", a D. Mimi resolveu convidá-lo, mas o homem recusou, sabe-se lá porquê. Optou-se então por passar um documentário da National Geographic.
Ora então não é que se ficou a saber que as anacondas são umas depravadas de alto coturno e que o mulherio não lhe chega sequer aos calcanhares [calcanhares, salvo seja!].
Pois é verdade, as anacondas mandam para o ar toneladas de feromonas para atrair os machos que, quais "baratas tontas", se deixam conduzir ao "sítio do pecado".

E vejam só: as anacondas chegam a acasalar e a copular com 11 machos ao mesmo tempo. Não me perguntem como isso é possível, mas que o é, é! E mais. Às vezes só um é o eleito porque, durante o ritual de acasalamento, a anaconda-fêmea vê nele aquele que é capaz de lhe satisfazer convenientemente as fantasias e o apetite sexuais. Pois se não sabiam, ficam a saber: as anacondas-fêmeas têm fantasias sexuais e do "arco da velha". Nem vos passa pela cabeça.
As minhas vizinhas estavam vidradas com o que viam e ouviam. Convenhamos que não era para menos. E já pediram uma nova sessão. Mas agora com a presença de uma anaconda que lhes possa transmitir a sua experiência pessoal e sobretudo lhes explique a estratégia. Porque aqui é que está o segredo. Tal como nos molhos dos cozinhados.

22 fevereiro 2008

Bom fim-de-semana

Ora anda por aí uma campanha para apadrinhar árvores. Tudo pró-natureza e até estou de acordo. Aliás, as minhas amigas condóminas já aderiram em massa à ideia e vão ser madrinhas e dar o nome a uma árvore cá do parque junto ao prédio. Claro que vão ter que cuidar delas, mimá-las e tudo o mais que o apadrinhamento exige.
Só o meu amigo Bino é que torceu o nariz. Ele continua na dele. Apadrinhar sim, mas um animalzinho, coitadinho. Por exemplo, uma "ratinha", porque não?
Não está mal não senhor, Bino, e boa sorte. Afinal esses "animaizinhos" de estimação também merecem especial protecção. O Bino até já tem nome prá "ratinha": Bininha. Que amoroso!

16 fevereiro 2008

Ao fim-de-semana é só disto

Uma amiga minha ao ver semelhante "exemplar" mais plastificado que um BI, perguntou com toda a pertinência: - Mas quem é esta "pirua"?
A surpresa não era para menos e aqui o MaquiAbel & JB tratou logo de investigar. E com sucesso.
Ora esta "miúda" que aparenta ter uns 157 anos, só vai fazer os 146 para o ano. E ao que apuramos já leva uns 130 a ´"mamar" nas tetas da política local.
- Mas quem é afinal? - perguntam vocês.
Segundo consta da sua biografia, a dita é vereadora da "cultura" duma câmara municipal das margens do rio Lima, bem lá no norte. E ao que parece também tem o pelouro do ambiente.
Então não é que as galinhas-de-água do dito rio costumam nidificar naquele estético penteado?
Bom, como diz o meu amigo Bino, já não se perde tudo. É que para só criar piolhos era um desperdício! Ou talvez não, como atalhou a D. Mimi, a minha vizinha do 3º Dto. e admintradora cá do condomínio.
[oh Lord, make me a man of sense, but not today.]

12 fevereiro 2008

As coitadas merecem!





Qual S. Valentim, qual quê? Cá no condomínio a D. Mimi, a minha vizinha do 3º Dto, resolveu organizar um jantar prás encalhadas cá do prédio. Eu compreendo. É muita neurose e insatisfação à mistura e é preciso distrair essas "virgens" com o fogo nas partes indecentes.
As coitadas passam noites na Internet no blá-blá com uns "tipos tipo Tótó" que até são "cultíssimos e inteligentes" a ver se pega, mas não pega porque os gajos são exactamente do mesmo jeito. Lamuriam, descobrem que são almas gémeas, anunciam aos amigos e amigas que têm namorado ou namorada - uma forma eufemística de dizer outra coisa - e aquilo até vai de vento em popa. Mas não vai.
"Masturbam-se" com discursos infindáveis sobre cultura, pedagogias, filmes, etc. e tal, e pelo meio vão matando o chefe ou o director que é um cretino de primeira apanha.
Elas e eles são a raça geneticamente impoluta, que fala bem, nunca pensa mal, abomina o sexo pelo sexo,a política e as merdas de programas que passam na TV, menos na 2, e é por isso que vão até à Internet para esses enriquecedores diálogos. E nada mais lhes passará pela cabeça? Oh se passa! O trréu-péu-péu é só pra encher chouriços porque estão a pensar em "saltar prá espinha" sem o declarar. Coisa de "intelectuais bem formados". O filme é conhecido, não é verdade?
Bom, mas já todos percebemos que no fundo o objectivo é pescar. Mas nem pescam, nem saem de cima.

E já agora uma oração prás encalhadas que deve ser repetida hora a hora até que o mau olhado desapareça. Uma oferta cá dos condóminos e que lhes faça bom proveito!




(aconselha-se o uso de lupa, ou clicar sobre a imagem a ver se amplia).

08 fevereiro 2008

Pensamentos...

...ao fim-de-semana costumam ser meio idiotas.

"As mulheres são intemporais. Qualquer idade fica-lhes bem." - D. Mimi, Administradora do condomínio "Vale das Fêmeas".


"As mulheres são como as estradas. Com o tempo ficam com o piso fodido e depois um gajo é que se lixa." - Bino, adjunto da D. Mimi.

02 fevereiro 2008

Arte pura!



Mas que é isto minha Deusa? A Fatinha está treinando mímica?
Será microfone?
Será sorvete?
Ou será...?
Seja o que for a menina tem mesmo jeito!

[Oh God, make me a man of sense, but not today.]

PS: Peço desculpa pelo meu inglês que não tem o nível do inglês técnico dum senhor que eu conheço. Paciência!